Thursday, November 24, 2011

Palavras do Presidente da 26.ª Conferência Mundial


Do pequeno caderno "Stade Aperte" distribuido aos participantes na 26.ª Conferência Mundial da ISGF/AISG, reproduzimos aqui, a "Introdução" da autoria do companheiro Riccardo della Rocca, Presidente do MASCI e que presidiu também à 26.ª Conferência.

Durante todos estes anos, nós temos adquirido a convicção que o Escotismo e o Guidismo para adultos representam uma proposta muito significativa tanto para as mulheres como para os homens do nosso tempo. Tal como no princípio do séc. XX, o general Baden-Powell, observando a realidade dos jovens dos arrabaldes britânicos e as contradições do seu mundo, teve a ideia de propor o Escotismo como um “caminho para a felicidade” às jovens gerações, a princípio para as do Império britânico, e depois, para as do mundo, assim, hoje, no princípio do séc. XXI, na época da globalização, quando “o mundo se tornou mais pequeno e os homens mais ausentes”, nós sentimos ainda a exigência de oferecer o “Escotismo e o Guidismo adulto” aos homens e às mulheres dos quatro cantos do mundo como um “caminho para a felicidade”, convencidos que nós podemos continuar a descobrir coisas novas ao longo da nossa vida, e que nós podemos crescer como “cidadãos do mundo”, como pessoas que amam a paz, a solidariedade e a fraternidade entre todos os povos.

O segredo deste “caminho para a felicidade” está, ainda na Promessa e na Lei (da Guia e do Escoteiro), que representam ainda, em todos os seus artigos, a bússola para esse percurso.

Um “caminho para a felicidade” que é feito ao longo de toda a vida e é possível quando se trabalha em equipa, se está pronto para ajudar o próximo e a Criação.

Um “caminho para a felicidade” que é proposto a todos os homens e a todas as mulheres dos nossos dias, mesmo para aqueles e aquelas, que nunca tiveram a experiência do Escotismo e do Guidismo na sua juventude. Nós temos de o oferecer às nossas comunidades civis e religiosas, qualquer que seja a sua cultura ou sua crença religiosa.

Um “caminho para a felicidade” que é o melhor suporte que nós podemos oferecer ao Escotismo e ao Guidismo, como testemunho de uma experiência do Escotismo adulto e como uma perspectiva de vida para as futuras gerações.

Um “caminho para a felicidade” que se realiza adaptando as ideias pedagógicas de B.-P. (o jogo, a aventura, a vida ao ar livre, a vida da patrulha e sobretudo o serviço aos outros) às fases adultas da vida.

Seria bom, que nós pudéssemos reflectir em conjunto sobre este tema do “Escotismo e Guidismo para adultos”. É um tema que pode representar o verdadeiro desafio da nossa associação [ISGA/AISG] e uma forma para tornar a “Última Mensagem de B.-P.” realmente relevante.

Quisemos inserir [no caderno] a “Última Mensagem” porque, fazendo-o muitas vezes, nós estamos convictos que ela não é somente uma mensagem para as Guias e os Escoteiros jovens, mas é sobretudo uma mensagem para os adultos.

“Deixar o mundo melhor do que o encontrámos” não é simplesmente uma “Boa Acção”; significa também mudar, melhorar o mundo que nos foi confiado, contribuir para nos tornarmos mais justos e mais fraternos, contribuir para construir um mundo de paz, de solidariedade e de igualdade entre todos os povos.

Esta é uma tarefa para os adultos.

A “Última Mensagem de Baden-Powell”

Queridos Escoteiros
Se alguma vez viram a peça “Peter Pan”, recordar-se-ão como o chefe dos piratas estava sempre a fazer o seu discurso de despedida, por ter medo de morrer antes de poder fazê-lo. Passa-se a mesma coisa comigo, por isso, embora não esteja a morrer neste momento, isso irá acontecer um destes dias e quero deixar-vos umas palavras de despedida.
Lembrem-se, estas são as últimas palavras que ouvirão de mim, por isso reflictam bem sobre elas.
Tive uma vida muito feliz e quero que cada um de vocês tenha uma vida igualmente feliz.
Acredito que Deus nos pôs neste animado mundo para sermos felizes e para desfrutarmos da vida. A felicidade não advém da riqueza, nem somente do sucesso na carreira, nem sequer da satisfação de todos os caprichos. Um passo em direcção à felicidade é tornarem-se saudáveis e fortes enquanto são rapazes, para que possam ser úteis e consigam assim desfrutar a vida quando forem homens.
O estudo da natureza vai mostra-vos a enorme quantidade de coisas bonitas e maravilhosas que existem neste mundo que Deus fez para nós desfrutarmos. Contentem-se com o que têm e tirem daí o melhor partido. Vejam o lado positivo das coisas em vez do lado negativo.
Mas a melhor maneira de conseguirem ser felizes é darem felicidade às outras pessoas. Tentem deixar este mundo um bocado melhor de que o encontraram e assim, quando chegar a vossa vez de morrer, podem morrer felizes ao sentirem que efectivamente não desperdiçaram o vosso tempo e deram o vosso melhor.
Assim, estai “Sempre Prontos” para viverem felizes e para morrerem felizes – mantenham-se sempre fiéis ao vosso Compromisso de Honra – mesmo depois de deixarem de ser rapazes – e Deus vos ajude a consegui-lo.

O Vosso Amigo
Robert Baden-Powell.

Tuesday, November 1, 2011

WOSM E ISGF ASSINAM DECLARAÇÃO CONJUNTA




Declaração Conjunta acordada em 14 de Junho de 2011 entre a WOSM e a ISGF

1. Missão e natureza das duas organizações

A WOSM (Organização Mundial do Movimento Escotista) e a ISGF (Amizade Internacional de Escoteiros e Guias) são duas organizações independentes, ambas baseadas nos fins do Escotismo mas com elementos diferenciadores próprios.

As suas missões são, respectivamente, as seguintes:

A Organização Mundial do Movimento Escotista é uma organização independente, não política e não governamental, cujo objectivo é promover o Movimento Escotista em todo o mundo através da promoção da unidade e do conhecimento dos seus objectivos e princípios, facilitando a sua expansão e desenvolvimento, bem como a manutenção do seu carácter específico. O Movimento Escotista é um movimento voluntário, não político, educativo para jovens, cujo objectivo é contribuir para o desenvolvimento integral dos jovens nas vertentes física, intelectual, emocional, social e espiritual enquanto indivíduos, cidadãos responsáveis e membros das sua comunidades locais, nacionais e internacionais, em conformidade com os objectivos, princípios e método concebidos pelo Fundador. Os adultos são uma componente intrínseca da WOSM, na medida em que dão um apoio directo ou indirecto aos jovens das Associações Escotistas Nacionais de acordo com o método Escotista e através deste.

A Amizade Internacional de Escoteiros e Guias é uma organização mundial para adultos que presta apoio à WOSM e à WAGGGS (Associação Mundial de Guias e Escoteiras), baseada nos ideais e princípios Escotista / Guidista expressos na Promessa e na Lei, estando aberta a todos os antigos membros das organizações juvenis pertencentes à WOSM e à WAGGGS, bem como a adultos que não tiveram a oportunidade de ser Escoteiros/Guias/Dirigentes na sua juventude. Os seus objectivos são ajudar os seus membros a manter vivos os valores adquiridos no Movimento Escotista juvenil, com vista a dar um apoio activo à WOSM e à WAGGGS, prestar serviço às suas comunidades e potenciar o desenvolvimento pessoal contínuo dos seus membros. Os adultos a desempenhar funções nas organizações Escotistas ou Guidistas juvenis podem pertencer simultaneamente à ISGF, enquanto associação de cariz voluntário e complementar, entendendo que a natureza da sua pertença à ISGF tem um carácter completamente diferente da sua acção enquanto Dirigente activo.


2. Ideais partilhados

As duas organizações concordam que os seus ideias partilhados constituem a melhor base para a sua colaboração.


3. Adultos no Movimento Escotista Mundial

A ISGF reconhece que uma das prioridades essenciais da WOSM se prende com os “Recursos Adultos no Movimento Escotista”, enquanto programa sistemático de gestão dos recursos adultos, com vista a melhorar a eficácia, compromisso e motivação dos Dirigentes. A ISGF considera que o papel dos seus membros é distinto do papel dos adultos no seio da WOSM.


4. Convenções com organizações internacionais

Antes de encetar relações com terceiros, especialmente com organizações internacionais, sejam elas intergovernamentais ou não governamentais, a ISGF deverá consultar a WOSM e não prosseguirá sem consentimento desta.


5. Apresentação e política de relações públicas

Na sua apresentação e política de relações públicas, a ISGF envidará esforços para evitar a adopção de terminologias, o desenvolvimento de planos de acção ou a realização de actividades que possam ser contrárias, competir ou criar confusão de papéis, responsabilidades e competências com a terminologia, planos de acção ou actividades dos órgãos próprios da WOSM.


6. Relacionamento com organizações não reconhecidas

A ISGF, em conformidade com o objectivo de prestar apoio activo à WOSM, envidará esforços, tanto ao nível nacional como internacional, por restringir a sua colaboração às Associações Escotistas devidamente reconhecidas pela WOSM e evitar relações oficiais com organizações “Escotistas” não reconhecidas por ela.


7. Relacionamento com organizações nacionais membro

A WOSM e a ISGF comprometem-se a tratar as questões que possam surgir ao nível nacional em conformidade com os princípios enunciados na presente declaração.


8. Estruturas de coordenação e cooperação

A WOSM e a ISGF consideram que algumas das disposições contidas na Constituição da ISGF são importantes para assegurar uma boa cooperação entre as duas organizações, especialmente no que se refere aos pontos 3, 4, 5 e 6 supra. Faz-se referência, em particular, à existência de um membro no Comité Mundial da ISGF com direito a voto designado pelo Comité Mundial da WOSM e à necessidade de as Organizações Nacionais membro da ISGF serem reconhecidas pelas respectivas associações juvenis nacionais pertencentes à WOSM, não apenas no momento da sua fundação, mas enquanto reconhecimento permanente. Igualmente importante é a decisão do Comité Mundial da WOSM de nomear um dos seus membros como ponto de contacto com a ISGF.


9. Convites mútuos

A WOSM e a ISGF continuarão a convidar-se mutuamente para as suas Conferências Mundiais e Regionais, estabelecendo assim mais um canal para melhorar a compreensão mútua e colaboração entre elas.


10. Apoio da ISGF à WOSM e às suas organizações nacionais

A WOSM reconhece o apoio prestado pela ISGF tanto ao nível mundial, através do seu Fundo Internacional para o Desenvolvimento, como no âmbito nacional, através de diversas iniciativas levadas a cabo pelas associações nacionais pertencentes à ISGF em colaboração com as respectivas Associações Escotistas nacionais.


Assinado e datado:
Simon Hang-Bock Rhee
Presidente do Comité Mundial da WOSM

Brett D. Grant
Presidente do Comité Mundial da ISGF