Thursday, August 18, 2016

DISCURSO DIRECTO, por Nelson Bento

Esta é a minha visão, opinião individual e livre sobre a Fraternal Escotista de Portugal.
Eu entrei para a Fraternal pouco tempo depois de ter deixado a Associação dos Escoteiros de Portugal, porque o meu novo emprego me impedia de desenvolver o trabalho com os jovens ao fim de semana.
Durante estes quase seis anos escutei muitas críticas envolvendo o escotismo para adultos, acusado de nem ter qualquer sentido ou utilidade, um grupo de indivíduos que gostam de copos e festas, ou de o escotismo ser só para os jovens. Pois bem, vou responder mostrando o que fazemos e até porque, em certas circunstâncias, não existe outra associação em Portugal capaz de dar resposta.

1.“O Escotismo é só para jovens.” Será que sim?
Pessoalmente discordo. O escotismo não é, em primeiro lugar, uma actividade de tempos livres para os jovens, mas sim uma forma de se viver a vida seguindo o Compromisso de Honra Escotista. Sim, existe toda uma formação na juventude, onde são percorridas as seis áreas do desenvolvimento, com o objectivo de tornarmos os jovens escoteiros em adultos capazes de enfrentar os desafios da sociedade onde vivem, desfrutando da vida ao máximo e sendo felizes. Porém não deixamos de ser Escoteiros ao nos tornarmos adultos. Será que o único lugar para o adulto no escotismo é a formação dos jovens? Para mim não existe nada mais errado, pois nessa linha de pensamento perdem-se os valores escotistas e ensina-se o que não é praticado, porque só o jovem é escoteiro. O escotismo é a minha maneira de estar na vida, sou escoteiro hoje enquanto adulto como o era enquanto jovem, o Compromisso é para ser honrado na minha vida exactamente da mesma maneira. Eu sou muito grato por todos os dias po-der ser membro de uma pequena associação, onde os meus irmãos mais velhos partilham comigo as vivências escotistas, ensinando e aprendendo muito no espírito de partilha praticado por nós. Aprendi muito nestes quase seis anos de Fraternal, aprendi a lidar com debates de ideias de uma forma saudável. Podemos ser aguerridos na defesa do nosso ponto de vista, mas se outra for a escolha colectiva, vou trabalhar com o mesmo empenho e, depois do debate, vou muito feliz almoçar com a pessoa com quem estive a debater, porque é um irmão escoteiro de quem gosto muito e o respeito apesar de pensar de maneira diferente da minha. Também, tudo o que hoje sei sobre caminheirismo, aprendi no tempo em que estou na Fraternal, tendo a possibilidade de participar em actividades com outras associações. Sim a Fraternal sempre me apoiou muito na interacção com outras associações, para o meu desenvolvimento pessoal e hoje até posso dizer que um grupo juvenil está a aproveitar dessa minha aprendizagem.

2.“O Escotismo adulto é um grupo de amigos que só quer copos e festas.” Este é outro dos argumentos mais utilizados para criticar o escotismo adulto. É dos pensamentos mais errados que podem existir. Na central do Banco Alimentar aqui de Setúbal, eu vejo o empenho e dedicação da Fraternidade Nuno Alvares, não só nas campanhas mas em todo o ano, para recolher alimentos na luta contra a fome. Nós, na Fraternal, apesar de não termos estrutura para fazer algo de tal dimensão, também estamos presentes nas campanhas, com os que podem fazê-lo. Na nossa região da Fraternal em Setúbal, entre outros, tem sido desenvolvido trabalho com a Associação de Autismo, na promoção do escotismo nas escolas, apoio a grupos juvenis de escoteiros, promoção do escotismo (cem anos do escotismo na Região de Setúbal), etc. A mim, parece-me que isto vai muito para além de copos e festas. É verdade que não conseguimos ter a dinâmica dos movimentos juvenis mas, ao contrário das críticas, nós lutamos para praticarmos o escotismo em todos os dias da nossa vida, não somos pessoas que fomos escoteiros numa associação juvenil e, ao deixarmos a mesma, deixamos simplesmente de ser escoteiros. O Escotismo para mim começa na Alvorada de cada manhã da minha vida e termina no Silêncio do adormecer de cada noite. O verdadeiro escoteiro vive assim. O verdadeiro escoteiro é sempre escoteiro, pode continuar a conviver e a trabalhar junto de outros escoteiros na vida adulta, de forma livre, sem ser obrigado ao condicionalismo que muitos querem impor, da obrigatoriedade de ser dirigente para poder ser escoteiro adulto, por essa ordem de ideias só se é escoteiro quando se usa o lenço e durante o trabalho com os jovens. Discordo completamente e sei que para mim o escotismo é todo o meu viver, é a minha maneira de estar na vida.

3.“Eu nem nunca ouvi falar da tua associação”.
A minha associação é bem pequena, talvez uma das mais pequenas das associações portuguesas para o escotismo adulto, porém é a mais antiga e a mais preparada. Tenho muito orgulho em fazer parte dela. Até penso que, provavelmente, seria a única associação em Portugal que aceitaria Baden-Powell como seu associa-do, se ele quisesse ser escoteiro até aos oitenta e um anos como o foi, devido à sua a religião anglicana. Dá que pensar, se ele aparecesse hoje e ninguém soubesse quem ele era, apenas a Fraternal poderia conceder-lhe a oportunidade de ser escoteiro em Portugal. Mas a Fraternal vai muito mais longe e abre muitas mais por-tas para o futuro. Hoje no pequeno Núcleo local do qual faço parte, somos pioneiros na diferença, o Núcleo tem praticantes de quatro religiões diferentes, sim quatro, e trabalhamos com elementos que hoje não tem um lugar próprio na sociedade, o Escotismo Especial. Noutros países existem associações especializadas nesta área, mas infelizmente em Portugal ainda não o temos. A Fraternal é uma solução imediata para essa área mal desenvolvida no nosso país. Eu adoro estar com os elementos do nosso Núcleo, somos todos amigos, mesmo que bem diferentes uns dos outros, mas sempre com um ideal em comum, vamos tantas e tantas vezes beber um café, fazer uma viagem ou uma caminhada, para nós o importante são os laços que nos unem, os laços do Escotismo.
Para mim é um enorme orgulho ser membro da Fraternal Escotista de Portugal, uma pequena associação empenhada em viver o escotismo e dar esta mesma vivência a todos os adultos que a quiserem receber, não podia ficar calado ouvindo argumentos negativos de quem nem sequer imagina o que aqui se faz, em prol de uma sociedade mais justa e mais fraterna.

Sempre pronto a servir! 

No comments: