Saturday, April 4, 2015

O QUE SE PRETENDE COM A AUTO-FORMAÇÃO DO ESCOTEIRO ADULTO

A Constituição (Estatutos) da OMME, afirma que o Escotismo é um Movimento educativo e que: “A educação, no seu sentido mais lato, é um processo que dura toda a vida e permite o desenvolvimento global e contínuo das capacidades de uma pessoa, como indivíduo e como membro de uma sociedade.

Ao contrário da visão mais comum, a educação Escotista vai muito para além da educação formal (a educação escolar) tanto em alcance como em duração.

E a OMME explicita: “a educação é um processo ao longo da vida e o desenvolvimento não tem lugar apenas durante os anos de formação (infância e adolescência). Continua ao longo da vida. Como “processo”, tem altos e baixos – períodos mais activos, intensivos, significativos – que precisam de apoio”.

“Como processo de desenvolvimento contínuo das capacidades de uma pessoa, o objectivo da educação é contribuir para o pleno desenvolvimento de um individuo autónomo (capaz de tomar decisões e de gerir a sua vida), solidário (que se preocupa activamente com os outros), responsável (capaz de assumir as consequências das decisões tomadas, de manter compromissos e de cumprir aquilo a que se propõe) e empenhado (que procura viver de acordo com os seus valores e apoia os ideais que julga importantes)”.

A educação pelo Escotismo é pois uma proposta que procura exercer influência no cidadão para agir, por si, em favor do próprio e ao serviço da sociedade, considerando que:
Como individuo, deve contribuir para o desenvolvimento de todas as suas capacidades, em todas as áreas do desenvolvimento - física, intelectual, emocional, social e espiritual.
Como membro de uma sociedade, deve contribuir para o desenvolvimento de uma consciência social colectiva e preocupação com os outros, do sentido de pertença a uma comunidade e à sua história e evolução.
Estas duas dimensões não podem ser dissociadas, uma vez que não há educação sem uma procura do pleno desenvolvimento do potencial duma pessoa, e não há educação sem a aprendizagem da vida com outros, enquanto membros da comunidade local, nacional ou internacional.

Por outro lado, a Constituição Mundial da ISGF/AISG refere que:
“Os Fins da ISGF / AISG são encorajar os seus membros a:
a)     Guardar bem vivo o espírito da Promessa e da Lei, tal como estabelecidos por Baden-Powell, fundador dos Movimentos Escotista e Guidista, num processo de aprendizagem contínua;
b)     Transmitir esse espírito nas comunidades em que vivem e trabalham através do serviço activo em prol da comunidade; e
c)     Dar suporte activo ao Escotismo e Guidismo nas suas comunidades locais, nos seus países e ao nível mundial.”
assim, em resumo, os fins do Movimento para adultos:
    a)     Crescimento pessoal segundo os valores Escotistas,
    b)     Serviço às comunidades em que se inserem
    c)     Apoio ao Movimento juvenil.

A Constituição da ISGF enumera, ainda, três Princípios:
a) Respeitar a vida e os direitos humanos;
b) Contribuir para a compreensão mundial, especialmente através da amizade, tolerância e respeito pelos outros;
c) Trabalhar em prol da justiça e da paz, assim criando um mundo melhor. 

Pretende-se assim que cada escoteiro adulto, isoladamente ou em grupo (com outros companheiros do núcleos ou de outra estrutura), desenvolva acções que contribuam para a apreensão completa de um conteúdo formativo que corresponda, directa ou indirectamente, aos objectivos da educação atrás referidos.

No comments: